A cor escura ao fundo é para tornar a leitura mais agradável, não agride tanto a retina.

Gosto de suavidade, músicas e formas suaves, sutileza, carinho, delicadeza, romantismo...

Gosto de pessoas e do universo fascinante que é a singularidade de cada um;

Gosto de todos esses blogs à esquerda. Neles, encontro emoção, genialidade, me edifico...

Gosto de sorrir e tento fazê-lo o tempo todo, faz bem para a alma, para o corpo,

dá leveza nas tarefas cotidianas e desarma quem não está com bom humor;

Gosto da paciência, do equilíbrio e do bom senso - são inerentes à sabedoria;

Gosto das letras, palavras, frases e das várias formas de interpretá-las...

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Um sorriso

Quando eu tinha 26 anos, quis pôr fim à minha vida. Já tinha tentado três vezes. Felizmente sem sucesso.
Disse isso para minha namorada na época. Me sentia triste, sem motivação, muito depressivo. Não via sentido em nada na vida.
Então ela me disse: a vida é simples, ser feliz é simples... 
basta a gente começar a sorrir, olhar para as pessoas e sorrir.
Foi então que senti como é gostoso quando alguém abre um sorriso para você.
Percebi que quando sorrimos não pensamos nas mazelas sociais, desigualdade, miséria, fome, opressão das classes dominantes, todas as formas de violência; nos desastres naturais; na fragilidade da vida. 
Apenas sorrimos e esquecemos tudo.