A cor escura ao fundo é para tornar a leitura mais agradável, não agride tanto a retina.

Gosto de suavidade, músicas e formas suaves, sutileza, carinho, delicadeza, romantismo...

Gosto de pessoas e do universo fascinante que é a singularidade de cada um;

Gosto de todos esses blogs à esquerda. Neles, encontro emoção, genialidade, me edifico...

Gosto de sorrir e tento fazê-lo o tempo todo, faz bem para a alma, para o corpo,

dá leveza nas tarefas cotidianas e desarma quem não está com bom humor;

Gosto da paciência, do equilíbrio e do bom senso - são inerentes à sabedoria;

Gosto das letras, palavras, frases e das várias formas de interpretá-las...

sábado, 10 de dezembro de 2011

Tragédia


Foto: Felipe Redondo


Sandriele tem só dois anos,
nasceu e vive à beira de uma estrada.
Indiazinha da etnia guarani-caiová, estado do Mato Grosso do sul.
Vítima de uma tragédia que envolve pistolagem, racismo, narcotráfico,
homicídio, suicídio, desnutrição, desmatamento, falta de terra,...
Seus olhinhos assustados parecem não saber o que é alegria,
carinho, segurança ou conforto...
A expectativa de vida da sua comunidade é de 45 anos,
igual a do Afeganistão.
O Estado tenta não ser omisso, mas parece ausente...


Conheci este drama na edição 707 da revista Época e me comovi.
Não queria tê-lo exposto aqui. Mas só conhecendo poderemos fazer algo...

Um comentário:

Srtª Vihh disse...

Nossa, Wilton... no meu estado...
que trágico.
bjOus