A cor escura ao fundo é para tornar a leitura mais agradável, não agride tanto a retina.

Gosto de suavidade, músicas e formas suaves, sutileza, carinho, delicadeza, romantismo...

Gosto de pessoas e do universo fascinante que é a singularidade de cada um;

Gosto de todos esses blogs à esquerda. Neles, encontro emoção, genialidade, me edifico...

Gosto de sorrir e tento fazê-lo o tempo todo, faz bem para a alma, para o corpo,

dá leveza nas tarefas cotidianas e desarma quem não está com bom humor;

Gosto da paciência, do equilíbrio e do bom senso - são inerentes à sabedoria;

Gosto das letras, palavras, frases e das várias formas de interpretá-las...

terça-feira, 27 de setembro de 2011


NADA COMO O TEMPO
Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com uma outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela.
Percebe também que aquele alguém que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente não é o "alguém" da sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente a gostar de quem também gosta de você.
O segredo é não correr atrás das borboletas... é cuidar do jardim para que elas venha até você.
No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você.
Autor desconhecido

sábado, 24 de setembro de 2011


Definitivo


Definitivo, como tudo o que é simples.
Nossa dor não advém das coisas vividas,
mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.

Sofremos por quê? Porque automaticamente esquecemos
o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções
irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado 
do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter 
tido junto e não tivemos,por todos os shows e livros e silêncios que
gostaríamos de ter compartilhado,
e não compartilhamos.
Por todos os beijos cancelados, pela eternidade.

Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas
as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um
amigo, para nadar, para namorar.

Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco, mas por todos os
momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas
angústias se ela estivesse interessada em nos compreender.

Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada.

Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo 
confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam,
todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Por que sofremos tanto por amor?
O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma
pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez
companhia por um tempo razoável,um tempo feliz.

Como aliviar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um
verso:

Se iludindo menos e vivendo mais!!!
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida
está no amor que não damos, nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do
sofrimento,perdemos também a felicidade.

A dor é inevitável.
O sofrimento é opcional..."

Carlos Drumond de Andrade


"... não quero que vejas
nem sintas
o meu tormento
ele é o húmus do homem novo."

Juvenal Bucuane

terça-feira, 20 de setembro de 2011



Lua solitária no céu límpido;
lua pela metade,
como eu sem você...
Tristeza companheira
e vontade de sair caminhando,
sem saber para onde ir...
Que medo de não saber do amanhã...
Há coisas na vida que realmente me angustiam,
incerteza e solidão...

sábado, 17 de setembro de 2011

Me aflige tanto perceber que a vida é frágil, efêmera, fugaz, cheia de incertezas...
E temos poucas ou raras oportunidades de encontrar a felicidade...

terça-feira, 13 de setembro de 2011

"Nós nunca somos tão desamparadamente infelizes como quando perdemos um amor...
Sigmund Freud

sábado, 10 de setembro de 2011


"...Bem-aventuradosos mansos, porque eles herdarão a terra;
Bem-aventuradosos que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos;
Bem-aventuradosos misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;
Bem-aventuradosos limpos de coração, porque eles verão a Deus;
Bem-aventuradosos pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus..."



Mt 5:1

terça-feira, 6 de setembro de 2011

 
Vinte e quatro luas,
um amor para toda a vida
e muitos sonhos adormecidos...
Como serão as próximas luas?

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

" O amor se renova sempre,
como a caatinga que renasce surpreendente, após as primeiras chuvas..."

Do filme: Onde está a felicidade.