A cor escura ao fundo é para tornar a leitura mais agradável, não agride tanto a retina.

Gosto de suavidade, músicas e formas suaves, sutileza, carinho, delicadeza, romantismo...

Gosto de pessoas e do universo fascinante que é a singularidade de cada um;

Gosto de todos esses blogs à esquerda. Neles, encontro emoção, genialidade, me edifico...

Gosto de sorrir e tento fazê-lo o tempo todo, faz bem para a alma, para o corpo,

dá leveza nas tarefas cotidianas e desarma quem não está com bom humor;

Gosto da paciência, do equilíbrio e do bom senso - são inerentes à sabedoria;

Gosto das letras, palavras, frases e das várias formas de interpretá-las...

terça-feira, 29 de março de 2011

fases da lua
Blogalize.net


LUA ADVERSA


Tenho fases, como a lua 
Fases de andar escondida,
fases de vir para a rua...
Perdição da minha vida!
Perdição da vida minha!
Tenho fases de ser tua,
tenho outras de ser sozinha.

Fases que vão e vêm,
no secreto calendário
que um astrólogo arbitrário
inventou para meu uso.

E roda a melancolia
seu interminável fuso!
Não me encontro com ninguém
(tenho fases como a lua...)
No dia de alguém ser meu
não é dia de eu ser sua...
E, quando chega esse dia,
o outro desapareceu...


Cecília Meireles
"Amor não é se envolver com a pessoa perfeita,
aquela dos nossos sonhos.
Não existem príncipes nem princesas.
Encare a outra pessoa de forma sincera e real, exaltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos.
O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser."

domingo, 27 de março de 2011

"...o melhor amor é aquele que acorda a alma
e nos faz querer mais,
que coloca fogo em nossos corações
e traz paz as nossas vidas,
foi isso que você fez comigo
e era isso que eu queria ter feito com você pra sempre..."

(Diário de uma paixão)

terça-feira, 22 de março de 2011

O fim é sempre um recomeço...

Canção do Sonho Acabado

Já tive a rosa do amor
- rubra rosa, sem pudor.
Cobicei, cheirei, colhi.
Mas ela despetalou
E outra igual, nunca mais vi.
Já vivi mil aventuras,
Me embriaguei de alegria!
Mas os risos da ventura,
No limiar da loucura,
Se tornaram fantasia...
Já almejei felicidade,
Mãos dadas, fraternidade,
Um ideal sem fronteiras
- utopia! Voou ligeira,
Nas asas da liberdade.
Desejei viver. Demais!
Segurar a juventude,
Prender o tempo na mão,
Plantar o lírio da paz!
Mas nem mesmo isto eu pude:
Tentei, porém nada fiz...
Muito, da vida, eu já quis.
Já quis... mas não quero mais...

Cecília Meireles

sábado, 19 de março de 2011

Admiro as pessoas que são otimistas, para elas, vale à pena viver mesmo diante das maiores adversidades;
Fazem a própria vida e a dos outros serem belas, mesmo com tantos desencantos;
Acreditam que a dor é passageira e quando passa deixa sempre algum aprendizado, nos torna mais fortes para enfrentar os altos e baixos da longa jornada;
Conseguem encontrar equilíbrio na adversidade, na tempestade ou no caos.
Obervando bem, essas pessoas nos mostram que há sempre um jeito de estar bem com tudo que está a nossa volta.



"Quem espera que a vida
Seja feita de ilusão
Pode até ficar maluco
Ou morrer na solidão
É preciso ter cuidado
Pra mais tarde não sofrer
É preciso saber viver

Toda pedra do caminho
Você pode retirar
Numa flor que tem espinhos
Você pode se arranhar
Se o bem e o mal existem
Você pode escolher
É preciso saber viver!"


R. carlos/ E. carlos

sexta-feira, 11 de março de 2011

Momento meu

Sempre tive muita dificuldade em lidar com coisas pequenas. E eu não sei dizer de onde isso surgiu. Até perceber que algo grande e importante só se constrói com pequenos passos, momentos aparentemente singelos, pequenos gestos, confiança e persistência incansável.